No Man’s Sky – Crescimento em 2 anos!

No Man’s Sky está prestes a completar dois anos desde seu lançamento, apesar disso os desenvolvedores não pararam de aprimorar o jogo. Desenvolvido e publicado pela Hello Games, foi lançado em 2016 faltando muitas das promessas feitas por eles, por pressão e por pressa de lançar o jogo, sendo, inclusive, alvo de investigações sobre propaganda enganosa, mas absolvida depois (quem acompanhou o jogo no pré ou pós-lançamento, sabe do que estamos falando).
Desde seu lançamento, No Man’s Sky recebeu três grandes atualizações, onde foram acrescentadas diversas coisas que deveriam estar lá desde o começo, vou dar uma resumida em tudo o que rolou nos últimos dois anos. 😉

Em sua primeira grande atualização, nomeada de Foundation (Update 1.1), foram acrescentadas várias coisas, dentre elas: Novas tecnologias, modos de jogo(Normal, Creative e Survival), construção de bases, onde você poderá se teleportar para bases espaciais, estocar suas coisas, decorar, se abrigar das tempestades, fazer uma plantação das sementes que for coletando enquanto explora, entre outras coisas. Foram adicionados também; novos materiais, naves para carga interstelar, que você pode spawnar de qualquer galáxia, também tivemos algumas melhorias gráficas, entre outras coisas.

 

A segunda grande atualização, nomeada de Path Finder (Update 1.2), veio em Março de 2017 trazendo muitas novidades, como, melhorias gráficas no game, compartilhamento online das bases criadas, maior variedade na hora de construir sua base, novos comerciantes, novas naves especializadas para diversas funcionalidades e a possibilidade de se ter mais de uma (carregando-as na nave interstelar do update anterior), as naves agora tem um ranking de classe, que varia entre A, B, C e S. Algumas armas também foram adicionadas, agora com classes (Pistola, Sniper, Experimental e Alien), para elas também entra o sistema de classes. O grande destaque desta atualização vem com três veículos terrestres (Nomad, Roamer e o Colossus), chamados de Exocraft, cada um com uma função diferente, mas podendo ser usados para minerar. O Nomad é o menor, usado para percorrer distâncias com mais velocidade e agilidade, podendo também andar sobre a água. O Roamer é o mediano, mais adaptado para terrenos difíceis. E por ultimo, mas não menos importante, o Colossus, este é bom para quem pretende explorar ao máximo as regiões mais afastadas, pois ele tem um grande espaço para carga.

(Colossus)

(Roamer)

(Nomad)

 

 

Já no primeiro aniversário do jogo (2017) recebemos sua terceira grande atualização, chamada de Atlas Rises (Update 1.3), a partir dessa atualização, o jogo contaria com novas histórias, tendo até 30 horas com novas missões de histórias diferentes, como: portais antigos sendo reativados, uma nova raça interdimensional aparecendo, entre outras. Além disso, os biomas planetários foram melhorados, a variedade e qualidade visual dos planetas foram aprimoradas. Você também pode se deparar com destroços de naves cargueiras (imagine quanto loot deve ter nelas?). Sistema de missões implementado, novos materiais e uma economia interstelar, agora você pode ser um mercador intergaláctico! Novas naves também foram adicionadas nessa atualização, e melhoraram mais uma porrada de coisas (se eu for colocar tudo aqui, vai dar até preguiça de ler).

(Portal antigo)

 

(Novos biomas)

(Starship abandonado)

 

E finalmente, no dia 24/07/2018, chega a melhor e mais esperada atualização do jogo, chamada de NEXT (Update 1.5), o que fez com o que o jogo ficasse entre os 10 mais jogados do Steam e as avaliações melhorassem MUITO na plataforma.
Antes de continuar, se você não viu ainda, da uma olhada no trailer da atualização.

Algumas novidades já foram mostradas no trailer, mas eu vou escrever sobre elas mesmo assim! Vamos por partes, ok?
Bom, logo de cara a gente percebe que O MULTIPLAYER CHEGOU! (Finalmente) Agora você pode explorar a galáxia com seus amigos, ou simplesmente encontrar uns jogadores aleatórios por ai.
Personalize seu personagem com diversas raças e estilos pré-moldados (como nas imagens abaixo), alias, agora você pode jogar em terceira pessoa, visualizando seu personagem todo o tempo. Algumas animações também foram adicionadas, você pode interagir com gestos e o sistema de animações foi completamente retrabalhado.

 

As bases agora podem ser feitas onde você bem entender, inclusive nas altas montanhas ou debaixo d’água (como na imagem abaixo), foram adicionadas várias peças novas para a montagem das bases, o limite de tamanho também foi aumentado, você também pode ter mais de uma base espalhada por ai, seja em planetas ou galáxias. Ahh, se não gostar do terreno, você pode ajustar ele com um manipulador de terreno!

Os cargueiros também foram atualizados, agora você pode escolher entre alguns tipos (combate, exploração, comércio, indústria e suporte), com isso você pode montar frotas para realizar as missões de frota em tempo real.
Os gráficos foram melhorados e algumas novidades foram adicionadas, por exemplo, alguns planetas agora contêm anéis em volta deles. Alguns planetas terão formas de terrenos continentais e com uma grande quantidade de água para ser explorada também. As nuvens também foram melhoradas graficamente, com um volume maior e mais realista.

Aumentaram o número de recursos planetários, onde podem ser encontrados de acordo com o bioma do planeta em que você está, além disso, você também precisará de um “refinador” para criar materiais específicos a partir de outros que você coletou.

São muitas novidades nessa ultima atualização (vocês podem encontrar todas elas no site oficial do game), depois desse resumão do jogo nesses dois anos, você pensa em dar uma nova chance para No Man’s Sky? Conta ai pra gente, quem sabe a gente não se esbarra por ai. 😉

Siga @Nerdssauros