Especial Tim Burton Parte 2 – Batman

Para o especial de aniversário de Tim Burton irei comentar os dois filmes do Homem-Morcego e a influência que gerou nas HQs, filmes e séries. Uma influência que trouxe o lado sombrio do herói que até então Frank Miller, Jim Starlin, Alan Moore entre outros tinham retratado apenas nas HQs.

Origem

Tim Burton retratou a origem do morcego baseado nas obras de Frank Miller (O Cavaleiro das Trevas) e Alan Moore (Batman: A Piada Mortal) trazendo um herói que não tinha o molde de escoteiro Americano e sim um investigador que usa a escuridão ao seu favor. Coringa também ganha uma origem baseado na HQ Piada Mortal onde um bandido é atirado no poço de produtos químicos e Batman tenta impedir que ele caia mas não consegue,transformando em um vilão psicopata que transforma a cidade toda em um caos gigantesco.

O primeiro filme teve um grande elenco: Michael Keaton, Jack Nicholson, Kim Basinger, Robert Wuhl, Pat Hingle, Billy Dee Williams, Michael Gough e Jack Palance

Quando Coringa foi criado por Bob Kane e Bill Finger não houve uma origem, apenas apareceu como mais um vilão que não iria durar muito tempo. Mas a aceitação na época foi positiva e sempre ele escapava da morte ou da prisão.

Uniforme

Quem lembra do uniforme da série clássica interpretado por Adam West? Tim Burton aderiu às trevas inovando com um uniforme preto de couro e borracha que futuramente outros filmes aderiram ao estilo,o traje de couro de Wolverine em X-Men ou a armadura de Superman em O Homem de Aço (Man of Steel, 2013).

Apesar do visual diferente, Michael Keaton tinha seus movimentos limitados principalmente no pescoço onde a máscara era inteira de borracha, e o ator chegou a passar mal algumas vezes, o que o fez repensar se faria uma sequência do filme.

Rentabilidade

Batman foi um sucesso e crítico e financeiro, ganhando mais de US $ 400 milhões no total de bilheterias. O filme recebeu várias indicações ao Saturn Award e uma indicação ao Globo de Ouro, e ganhou um Oscar. Ele também inspirou a bem sucedida série animada Batman: The Animated Series, abrindo o caminho para o DC Animated Universe, e influenciou Hollywood na mercadologia moderna e técnicas do desenvolvimento do gênero de filmes de super-heróis.

O risco

Depois que Burton foi contratado como diretor, Steve Englehart e Julie Hickson escreveram esboços para o filme antes de Sam Hamm escrever o primeiro roteiro. Batman não teve sinal verde para produção até depois do sucesso de Os Fantasmas se Divertem (Beetlejuice, 1988), de Burton. Uma lista contou com vários atores considerados para o papel de Batman antes que Keaton fosse escalado. A escalação do ator causou uma controvérsia, uma vez que, em 1988, ele passou a ser visto como um ator de comédia e muitos observadores duvidaram que ele pudesse retratar um papel sério. Nicholson aceitou fazer o papel do Coringa sob estritas condições que incluíam um alto salário, uma parcela dos lucros de bilheteria e seu cronograma de filmagem.

A sequência

Após o sucesso de Batman, a Warner Bros. queria uma continuação, apesar de Tim Burton estar meio relutante. Enquanto Burton dirigia Edward Mãos de Tesoura para a 20th Century Fox, o roteirista do primeiro filme, Sam Hamm escreveu as duas primeiras versões do roteiro, com o criador de Batman, Bob Kane, como consultor criativo. No roteiro de Hamm, o Pinguim e a Mulher-Gato procuravam tesouros escondidos.

O filme trouxe grande elenco: Michael Keaton, Danny DeVito, Michelle Pfeiffer, Christopher Walken, Michael Gough, Pat Hingle e Michael Murphy.

Tudo tem limite!!!!

Um extra para essa matéria que realmente vale mencionar, Burton estava produzindo o filme do Superman e Nicolas Cage seria o protagonista. A Warner Bros. lançaria o longa no verão de 1998, para comemorar o 60º aniversário da primeira aparição do Superman nos quadrinhos. O orçamento inicial, de US$ 190 milhões, foi baixado para US$ 100 milhões pelo roteirista Dan Gilroy, mas mesmo assim o projeto caiu por terra após torrar US$ 30 milhões.

Nicolas Cage chegou a fazer a prova do uniforme e confiram como ficaria:

Siga @Nerdssauros