Caixa de Pássaros – Josh Malerman

 

É muito bom quando nos deparamos com uma estreia literária capaz de deixar os leitores arrepiados. Em Caixa de Pássaros, publicado pela editora Intrínseca, o escritor e músico americano Josh Malerman mostra que tem muito talento para manter seu público entretido e grande capacidade de nos deixar com um sentimento de claustrofobia e angústia.

Em um mundo em que não se pode confiar em ninguém, Malorie toma a difícil decisão de sair de casa com duas crianças de 4 anos, seus filhos. Ela mora no imóvel desde a gravidez, tem o costume de andar com os olhos fechados e ensinou as crianças a usarem a audição como arma mais importante.

Ao longo do caminho que ela toma, conhecemos sua história e como a jovem foi parar ali. Anos antes, Malorie e sua irmã, Shannon, se mudaram para uma nova casa e começaram a acompanhar estranhos casos de pessoas que viram algo assustador, se tornaram extremamente violentas e se suicidaram. A insanidade aparece instantes depois da visualização, mas não se sabe o que estas pessoas viram antes de enlouquecer.

As notícias se tornam mais assustadoras porque passam a mostrar casos em lugares mais próximos aos Estados Unidos. Em pouco tempo, as duas irmãs já não conseguem manter contatos com os pais e não sabem como a insanidade chegou até eles.

Neste cenário, a busca pela sobrevivência e a prevenção são o que resta às irmãs, mas o que parecia impensável coloca Malorie em uma casa com pessoas desconhecidas, porém dispostas a ajudá-la, abrigá-la e a fazer o possível para que seu bebê chegue ao mundo cercado de segurança. Sim, Malorie está grávida.

É necessário lembrar que a convivência com pessoas que possuem visões diferentes do mundo pode ser perigosa. Nunca se sabe como os membros de uma nova comunidade podem reagir quando contrariados. Pior do que isso, não sabemos quanto uma pessoa pode mudar diante de um confinamento que não tem data para chegar ao fim e sem saber o que é temido.

O grupo que passa a fazer parte da vida de Malorie é composto por pessoas boas, mas suscetíveis às mudanças que estes fatores podem causar, enquanto não há indícios de que todos estão completamente seguros. Além disso, a questão da alimentação se torna fator decisivo na hora de analisar se a casa vai abrigar mais pessoas ou não.

A narrativa com que Josh Malerman conduz Caixa de Pássaros é o que deixa o leitor ansioso para ler o próximo capítulo. Apesar de centrada em Malorie, tememos e torcemos por cada um dos personagens.

Em uma história de suspense, o autor teve a ousadia de não criar um assassino ou um vírus capaz de aniquilar a população, mas de plantar na cabeça dos leitores o medo em sua forma mais primitiva: o do desconhecido. Malorie e seus amigos temem, mas não sabe o quê, e é isso o que torna Caixa de Pássaros ainda mais assustador.

A tradução é de Carolina Selvatici, e eu posso dizer que você vai devorar as 272 páginas do livro rapidinho.

Título: Caixa de Pássaros (Bird Box)

Autor: Josh Malerman

Editora: Intrínseca, 2015

Tradução: Carolina Selvatici

Siga @Nerdssauros