Um Contratempo (Oriol Paulo, 2017)

A Netflix em seu “cardápio” de filmes e series, que é imenso, sempre se encontra ali no meio filmes que vale muito a pena assistir e um desses é o filme espanhol Um Contratempo de Oriol Paulo.

O filme conta a história de Adrián Doria(Mario Casas) que vivia uma vida boa, sua empresa estava caminhando como uma das maiores do mundo, uma família feliz e sua amante Laura(Bárbara Lennie) não se incomodava em seu relacionamento estar em segredo. Até que em um dia ele desperta num quarto de hotel com um machucado na cabeça e quando anda até o banheiro, encontra sua amante morta no chão. Acusado pelo crime, Andrián contrata a melhor advogada de defesa da Espanha para defende-lo, Virginia Goodman(Ana Wagener).

 

Uma das coisas que mais me fascinou no filme foi como a história é contada, sendo apenas a advogada e seu cliente repassando os fatos com uma certa urgência e com todos os mínimos detalhes, pois de surpresa a defesa consegue uma testemunha que pode acabar com o caso.

Como um filme de suspense policial você acaba querendo ser um detetive e descobrir o que acontece antes do final do filme, porém isso é quase impossível, pois sempre que o caso chega há alguma conclusão plausível e as vezes até consistente um detalhe faz toda diferença e muda toda a direção do caso.

Com uma atuação muito bem feita de Ana Wagener(Virginia Goodman) é o destaque na minha opinião, por sua consistência e convicção durante suas falas. Um Contratempo é em seu todo um filme com muitas reviravoltas e cheio de tensão, com um final que seria bem improvável de se perceber, mas que faz todo sentido com o contexto da história.

 

Título original: Contratiempo

Duração: 1h 50min

Direção: Oriol Paulo

Elenco: Mario Casas, Bárbara Lennie, Ana Wagener, José Coronado, Bárbara Lennie, Francesc Orella, Paco Tous, David Selvas

Gêneros: Policial, Suspense

Nacionalidade: Espanha

Data de Lançamento: 06/01/2017

Orçamento: 5.000.000$

 

 

Siga @Nerdssauros