Aquaman (James Wan, 2018)

Enquanto a Marvel studios lança por volta de dois a três filmes por ano a DC lança apenas um, Aquaman em 2018, Shazam em 2019 e Mulher-Maravilha 1984 somente em 2020. Com essa pouca frequência, os fãs querem sempre o melhor para seus heróis e heroínas.

Aquaman mostra que realmente a DC largou o jeito Snyder de ser. O filme está completamente o oposto do universo sombrio que era, com muitas cores, lutas durante o dia( muita claridade) e muitas piadas, que por sinal foram muito forçadas e previsíveis no contexto que aplicadas.

Uma das principais características dos filmes anteriores é a dramaticidade dada em cada momento emocional, e que nesse filme até tenta existir, mas não é bem interpretada. Como todo herói, Aquaman também teve uma infância comum, sendo treinado por Vulko( Willem Dafoe – Homem-Aranha) para aflorar seus dons como meio atlantis e tomar o trono de seu meio irmão Orm( Patrick Wilson – Invocação do Mal). Após saber da morte de sua mãe Atlanna(Nicole Kidman – Invasores) essa raiva se transforma em um completo desinteresse sobre Atlântida.

A dupla formada por Aquaman( Jason Momoa – Brave) com Mera (Amber Heard – Fúria Sobre Rodas) a primeira vista é um tanto peculiar e diferente e com o decorrer do filme percebe – se que até os próprios atores perceberam isso, Momoa se esforça em momentos do longa tentando transmitir emoção para o público mas no geral não consegue, porém em cenas de ação e em algumas partes de comédia ele faz seu trabalho e cumpre seu objetivo, já Amber Heard na maioria do tempo a única coisa que me passava pela cabeça era “ Porque ela aceitou esse papel?”, a atuação dela em geral parecia apenas que estava lá por estar, menção honrosa para Nicole Kidman que mesmo aparecendo pouco estava muito  interessante e podiam ter desenvolvido mais seu personagem.

Os vilões Orm e Arraia Negra( Yahya Abdul-Mateen II) são bem diferentes um do outro mas com uma pessoa em comum para odiar e isso faz com que um ajude o outro na parte final do filme. Orm é o rei de Atlântida e planejando uma guerra contra a superfície e o Arraia Negra busca a vingança pela morte do pai. Mas as diferenças não param por aí, em questão de interpretação Patrick Wilson incorpora os Mestres do Oceanos com uma atuação acima da média em relação aos outros no filme.

Mas nem só de críticas ruins esse filme é feito, as cenas de ação são um dos melhores ponto desse filme, com lutas bem coreografadas e cheias de emoção, elas são a parte primordial do longa e o que deixa bom. Também a roupa de todos os reis dos 4 reinos que são mostrados no filme chamam a atenção por serem bem diferentes e coloridas e o uniforme clássico do Aquaman deixa aquela nostalgia no ar.


Outros pontos importantes no filme são alguns easter-egg que estão em algumas partes do filme, para os fãs que conhecem a história do Aquaman. No geral o filme é divertido e pode ter seus pontos fracos bem realçados na tela, mas para aquelas pessoas que querem ver um filme e sair alegre do cinema Aquaman é perfeito.

Siga @Nerdssauros