O Livro do Cemitério – A beleza do outro lado

Neil Gaiman é um autor muito conhecido por suas obras literárias, entre elas pode-se citar ‘Sandman’, ‘Deuses Americanos’, ‘Coraline’, entre outras. É muito comum em suas histórias Gaiman abordar vida, morte, deuses, espíritos, monstros, mundos diferentes, e as pessoas, de uma forma que remete aos contos de fada.

A história publicada em 2008 retrata a história de um garoto batizado como Nobady Owens, ou como ficou aqui no Brasil, Ninguém Owens, que teve sua família morta quando ainda era um pequeno bebê e foi adotado por um coveiro chamado Silas, que seria seu guardião, e também pelos fantasmas no cemitério onde ele trabalha, criando-o, educando e o escondendo do assassino. 

Nisso tudo vemos esse estranho e atraente mundo no cemitério e seus habitantes invisíveis para os meros mortais, mesmo aqueles que moram na cidade em que esse cemitério se encontra. Poderemos observar Ninguém Owens crescendo e amando os fantasmas que cuidam dele e que também o adoram e dão-lhe carinhosamente o apelido de Nin. 

Apesar da sinopse e do próprio título em si, o desenrolar no início é bastante infantil por sua linguagem que balança entre o inocente e o fantástico.

E essa impressão publicada aqui pela editora Rocco recebe força com as ilustrações de Dave McKean que trabalhou com Gaiman em ‘Coraline’, ‘Orquídea Negra’ e o magnífico ‘Sandman’, sempre adaptando muito bem seu estilo de desenho para o gênero da historia, nesse caso, uma com narrativa delicada e muito bem construída.

‘O Livro do Cemitério’ é nos apresenta uma história que ao mesmo tempo em que encanta adultos eu vejo encantando crianças, um novo conto de fadas, o mesmo efeito produzido pelo filme ‘Edward Mãos de Tesoura’, filme do grande diretor Tim Burton de 1990.

Tom sombrio, mas ao mesmo tempo belo, personagens curiosos e intrigantes, sejam os principais ou os secundários, com arcos marcantes que podem vir a te marcar, neste livro você encontrará tudo isso.

Sobre o colunista: Walter Niyama é estudante de jornalismo, vive em São Paulo e tem dois livros publicados: ‘O mistério dos suicidas’ e ‘Guardiões de sonhos – As portas dos pesadelos’.

Siga @Nerdssauros