Por que o VR não emplacou no mercado?

Quais foram os problemas que não permitiram que o VR crescesse no mercado, para que as empresas não mantivessem o foco nele, e isso está mudando?

A tecnologia VR não é uma novidade no mercado, ela já está ai fazem alguns anos, mas por quê ela não embalou? Não se mostrou um sucesso alegando que o Futuro estaria entre nós, como nos filmes e principalmente destacado em Jogador Nº1, a realidade disso é um pouco mais cruel do que imaginamos.

Devido a uma crescente no mercado, o mundo dos jogos, ganhou espaço no mundo das ações, assim levando as empresas a terem comportamentos agressivos diante as desenvolvedoras, e a necessidade de estar a frente no mercado, para arrecadar mais e mais investimentos, houve um reflexo de todo este comportamento, no começo do ano com duas dentre as principais desenvolvedoras fechando estúdios ao redor do globo e fazendo demissões em massa, que são a Actvision e a EA, a Actvision no ano passado mostrou que bateu suas metas de lucro, do ano de 2018 e mesmo assim anunciou uma demissão em massa, e de todas as áreas, incluindo a Blizzard, o que acabou gerando um certo desconforto e insegurança no mercado.

Um dos reflexos disso foi o lançamento do óculos VR, na época era uma tecnologia experimental ainda, e com seu lançamento prematuro, mostrou diversos bugs do sistema, e as desenvolvedoras não se sentiam a vontade produzindo conteúdo para um sistema que vivia tendo erros, sendo que o mercado estava se aperfeiçoando a era do sensor de movimento (Wii, Kinect, e Playstation Eye) que também tinha seus defeitos e suas complexidades, mas que era mais fácil de desenvolver e trabalhar.

Mas as empresas principais se recusaram a investir logo de cara em VR, então abriu margem para que outras empresas aproveitarem a oportunidade, como Samsung, HTC dentre tantas outras, mesmo assim Microsoft e Nintendo não se sentiram confortáveis em investir neste mercado. Então coube a Sony tomar a dianteira e revelar o Playstation VR.

Trailer de Anúncio do Playstation VR.

Não demorou muito para a Sony entender o porque das suas principais concorrentes não investirem em VR, e assim foi colocando seu projeto em segundo plano, dando serviços de manutenção e lançando alguns jogos para o sistema mas nada que pudesse ser tão voraz assim, similar ao que ouve ao Playstation Eye, e Vita.

Porém parece que este mercado está abrindo novas oportunidades com a chegada do Nintendo Labo Kit 4: VR a Sony voltou a falar sobre VR e fez seu primeiro State of Decay (uma espécie de Nintendo direct, para anunciar seus lançamentos para sua plataforma) e anunciou quase 80% da grade de tempo do State of Decay, foi exclusivamente sobre VR, mostrando que está disponível para concorrência com a Nintendo.

Anúncio Nintendo Labo Toy-con 04: VR kit

Resta saber se a Microsoft vai entrar nesta briga, o que parece incerto já que ela está de olho em sua plataforma de Streaming a Xcloud.

Siga @Nerdssauros