Dia do Cinema Brasileiro: Dicas de filmes do cineasta Gui Pereira

No dia 19 de Junho é comemorado o Dia do Cinema Brasileiro. Tal data foi escolhida em homenagem ao dia em que Afonso Segreto  – o primeiro cinegrafista e diretor do país – registrou as primeiras imagens (entrada da baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, a bordo do navio francês Brésil) em movimento no território brasileiro, em 1898.  

Apesar  de ainda haver muito preconceito em relação ao cinema nacional, o Brasil vem se destacando fortemente em solos estrangeiros, trazendo filmes de excelente qualidade e mostrando que é possível sim assistir a um bom filme nacional sem ficar preso unicamente em películas estrangeiras.

E para celebrar esse dia, o cineasta Gui Pereira, nos agracia com uma lista de seus  filmes favoritos e imperdíveis de dois diretores brasileiros excepcionais.

O primeiro cineasta escolhido pelo diretor brasileiro é Amácio Mazzaropi que, segundo Gui, merece muito mais respeito e valorização no mercado cinematográfico brasileiro. Mazzaropi está para o Brasil como Chaplin para o cinema norte-americano ou Jacques Tati para o cinema Francês. Seus filmes, com temáticas humanas e que expressam o lado instintivo e preciso do diretor, retratam, em sua maioria, a vida do homem do campo. Confira o top 3 longas:

1 – Tristeza do Jeca (1961)

O primeiro filme colorido dirigido por Mazzaropi conta a história de dois políticos corruptos que procuram o apoio do diretor, um popular líder trabalhista de uma pequena cidade no interior. Com reviravoltas e um final surpreendente, essa obra é um dos melhores dramas nacionais de todos os tempos.

2 – O Puritano da Rua Augusta (1965)

Com uma bela mensagem, o filme conta a história de um pai de família conservador e rigoroso que, após um ataque cardíaco, decide aproveitar a vida. O melhor roteiro escrito por Mazzaropi, que consegue misturar humor surreal com drama e assuntos mais sérios.

3 – O Jeca Macumbeiro (1974)

Em seu primeiro flerte com o gênero terror, Mazzaropi conta a história de um caipira que encontra um saco de dinheiro e que acaba sendo manipulado por um suposto pai-de-santo que procura roubar a fortuna do ingênuo rapaz.

José Mojica Marins é o outro cineasta brasileiro eleito por Gui Pereira como um grande nome a ser valorizado. Para o diretor, Mojica é considerado um dos grandes mestres do terror, ao lado de Dario Argento, John Carpenter e Mario Bava, mas, infelizmente, às vezes é visto como sinônimo de piada pela falta de informação sobre o gênero no país. Veja os três escolhidos:

1 – Perversão (1979)

É exploitation do sub-genero “rape-and-revenge” muito popular no cinema independente de terror dos anos 70. No longa, Mojica interpreta um milionário que abusa sexualmente de várias mulheres, vai à júri, é absolvido e continua sua rotina abusiva até se apaixonar pela bela e misteriosa Veronica.

2 – À Meia-Noite Levarei Sua Alma (1964)

Foi o filme responsável por introduzir a personagem de Zé do Caixão na cultura pop mundial. Zé do Caixão é um coveiro obcecado em dar continuidade a linhagem de seu sangue, mas para isso ele procura a mulher ideal para carregar seu primogênito. É considerado o primeiro filme de terror da história do Brasil.

3 – O Despertar da Besta (1970)

Nesta trama, 4 voluntários são submetidos a experimentos com LSD para entender os efeitos da droga. As coisas começam a sair do controle quando as cobaias são forçadas a olharem um pôster do filme “O Estranho Mundo do Zé do Caixão”. O filme foi rodado em preto e branco e colorido.

Sobre Gui Pereira

Gui Pereira nasceu em São Paulo, seus curtas começaram a ter um destaque maior no circuito underground. Aos 14 anos de idade, começou a dirigir clipes para bandas em início de carreira. Aos 17 anos, fez um curso na renomada New York Film Academy, .Ele se formou pela Los Angeles Film School em 2010 e fez uma Pós na Art Institute of California, onde se formou em 2012. Seus trabalhos em curta-metragem foram selecionados e premiados em diversos festivais no mundo todo.

O mais recente trabalho de Gui Pereira é o ‘Coração de Cowboy’, seu primeiro em longa-metragem, que estreou em todo o Brasil em setembro de 2018. Com distribuição da O2 Play, o filme já coleciona diversos prêmios.

E ai, quais são seus filmes nacionais favoritos?

Avatar

Livros, cervejas e nerdices. Me segue no insta? @mandyavanna :)

Siga @Nerdssauros